sábado, 26 de junho de 2010

Você acredita no amor?

Ouvi várias versões, porém contarei a minha. O amor não se conhece em poucos minutos nem em semanas. Não surge de imediato nem com um ano.

Requer conhecimento de ambos os seres. Afirmar que ama alguém significa que você sente algo forte demais ou até que você conhece essa pessoa há muito tempo.

Os costumes, a convivência, brigas existem quando há amor. Que diante dos seus costumes e manias, retorce e consegue dominar esquecendo de tais.

A convivência faz com que periodicamente reviva os dias e consiga acostumar-se com o hábito alheio, mesmo que este seja considerado irritante para você.

Faz com que cabelos grisalhos tornem-se invisíveis aos seus olhos, faz com que óculos, andares esquisitos, sorrisos escandalosos se passem desapercebidos.

O amor é um mistério ainda não desvendado. Amar não é estar sentindo algo diferente quando vê a outra pessoa diante dos seus passos, é simplesmente não deixar escapar aquela pessoa que fica durante a hora que você acorda, a hora que você vai almoçar, jantar, ir ao trabalho (ou colégio), a hora em que você está rindo, a hora em que você conversa, a hora em que você usa seu computador, a hora em que você viaja...viaja no tempo por aquela pessoa, até a hora que você vai dormir.

E, ao dormir, encontra-se novamente em seus sonhos a tal pessoa do qual você passou o dia pensando. Amar é sonhar acordado!


Se isso for amor, eu já amei, aliás eu amo. Mas prefiro acreditar que foi apenas uma paixão daquelas que assemelham-se a esse sentimento chamado Amor.

Além de tudo, há amor de pai, mãe, irmãos, família, amigos... Esses eu sei que são para sempre!

13 comentários:

Felipe Souza disse...

"Que diante dos seus costumes e manias, retorce e consegue dominar esquecendo de tais".

Esquecer de si antes de pensar em si, essa é minha definição de amor...

Parabens pelo post!!!
(Só uma sugestão, que me deram também e me ajudou muito):

De espaços entre algumas linhas (igual eu fiz no comment), fica mais facil de ler.

http://www.felipedesouza-psicologo.blogspot.com/

WEL INFO disse...

É sempre bom acreditar né... bom seu texto, vc escreve bem.

Vc curte rock? disse...

Não só acredito no amor, como ponho em prática todos os dias da minha vida.

Amor de pai e mãe é sagrado, não tem nem classificação.

Bruno Matos disse...

www.baixelivro.com

/\

segui ai..

to seguindo

Bárbara Barbosa ;) disse...

Oi, tudo bom?
Nossa muito show o Post, essa semana estava pensando em fazer um sobre amor, mas o seu se superou, muito show, amar é algo vivo, não se deixa de amar por 1 ou 2 dias, ou ama ou não ama, quando há amor, pode acontecer qualquer coisa que você continua a gostar e esse laço é fortalecido a cada dia que passa, Parabéns guria, falou tudo =D

nenny disse...

bom parabéns pelo blog e gostei do assunto ... mas acredito que amor é um sentimento inesplicável e que há várias dfinições para ele mas nunca uma resposta coerente e verídica de fato. Por que esse sentimento é inesplicável!
sucessso!

Ramos disse...

Amores vem e vão, o carro, os animais e a familia são pra sempre UAHUAHAUHAU

Verdelone disse...

Não só acredito como também pratico.
Belo post
Abçs
CIA DOS BOTECOS - www.ciadosbotecos.blogspot.com

sosacaesosac disse...

yeah '-'
acredito sim

Minerva disse...

O que é o amor?
Eu não sei....E não tenho pressa de Saber....E se sei então não sei 0.o....

Otimo texto

Rogerio disse...

nunca vi o amor, nem em foto nem pessoalmente...mas mesmo assim eu acredito...não posso ver mas eu sinto o amor...

Danny Reis disse...

Nossa, vocês meus caros amigos estão muito profundos (: Eu tbm nunca vi o amoor, mas eu o sinto!

Matheus Martins disse...

Acho que nossas atitudes são tomadas pelas emoções , principalmente amor
abraços